Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hora do Planeta

12
Ago19

Austrália hakarak hakotu ho esportasaun ba foer plástiku sira ho material sira seluk

SAPO TL

Líder sira hosi Governu australianu konkorda ona iha semana liubá hodi estabelese kronograma ida hodi bandu esportasaun sira plástiku uzadu ho material sira seluk, ne'ebé agora daudaun haruka ba viziñu rejional sira, inklui ba Indonézia, Malázia, Tailándia ho Vietname.

plastico_nz.jpg

Líder federal sira, estadual sira ho teritorial sira konkorda ona iha reuniaun ida iha sidade Cairns, iha Great Barrier Reef, hodi atribui ba sira nia ministru Meiu Ambiente hodi estabelese kronograma ida hodi hakotu ho soe foer transfronteirisu ba plástiku sira, surat-tahan, vidru ho pneu sira.

Halakon foer sira ne'e sai ona hanesan problema ida ne'ebé importante tebes dezde tinan 2017, bainhira Xina, antes hanesan nia destinu prinsipal, taka importasaun sira hosi kuaze foer plástiku sira hosi estranjeiru.

Líder australianu sira konkorda ona atu estratéjia maka tenki hamenus foer, liuliu plástiku sira, hamenus kuantidade hosi foer sira ne'ebé soe iha parte sanitáriu sira ho aumenta kapasidade hosi área koleta nian, resiklajen, reutilizasaun, konversaun ho rekuperasaun hosi foer sira iha Austrália, haktuir hosi komunikadu ne'ebé fó sai hafoin reuniaun.

Primeiru-ministru, Scott Morrison, hatete ona katak resikla de'it 12% hosi foer sira ne'ebé ema australianu sira tau iha kaixote sira.

"Sei laiha esportasaun sira plástiku sira, surat-tahan ho vidru ba nasaun sira seluk ne'ebé maka iha risku hodi bele mosu iha ita nia oseanu sira, iha Great Barrier Reef - ne'ebé ita hatene katak iha evidénsia forte ba akontesimentu ne'e - ka iha fatin sira seluk", Morrison hatete.

Morrison adianta ona katak hakarak atu proibisaun hosi esportasaun ne'e implementa kedas bainhira bele no la hein atu mudansa sei demora tinan barak.

Tinan-tinan, Austrália gasta dolar australianu biliaun 2,8 (euro biliaun 1,7) hodi esporta foer resikladu sira hamutuk tonelada métrika millaun 4,5, ne'bé 80% haruk ba portu aziátiku sira.

Ambientalista sira protesta ona iha liur hosi konsuladu australianu iha sidade Surabaya, iha Indonézia, kontra haruka foer plástiku sira ho surat-tahan sira hosi Austrália ba Indonézia, ne'ebé iha Indonézia sei sunu no soe depois ba bee sira, haktuir hosi ambientalista sira.

Fonte: Ajénsia Lusa

12
Ago19

Austrália quer acabar com exportação de resíduos de plásticos e outros materiais

SAPO TL

Os líderes do Governo australiano concordaram na semana passada em estabelecer um cronograma para a proibição das exportações de plástico usado e outros materiais, que neste momento são enviados para vizinhos regionais, incluindo a Indonésia, a Malásia, a Tailândia e o Vietname.

plastico_nz.jpg

Líderes federais, estaduais e territoriais concordaram numa reunião na cidade de Cairns, na Grande Barreira de Coral, para incumbir os seus ministros do Meio Ambiente de estabelecer um cronograma para acabar com o descarte transfronteiriço de resíduos de plástico, papel, vidro e pneus.

A eliminação de resíduos tornou-se um problema cada vez mais importante desde 2017, quando a China, anteriormente o seu principal destino, barrou as importações de quase todos os resíduos plásticos do estrangeiro.

Os líderes australianos concordaram que a estratégia deve ser de reduzir os resíduos, especialmente os plásticos, diminuir a quantidade de resíduos depositados em aterros sanitários e maximizar a capacidade do setor de coleta, reciclagem, reutilização, conversão e recuperação de resíduos na Austrália, segundo um comunicado emitido após a reunião.

O primeiro-ministro, Scott Morrison, disse que apenas 12% do lixo que os australianos colocam nos caixotes foi reciclado.

"Não haverá exportações de plásticos, papel e vidro para outros países onde se corra o risco de acabarem a flutuar nos nossos oceanos, seja na Grande Barreira de Corais - o que sabemos que há fortes evidências disso - ou em qualquer outro lugar", disse Morrison.

Morrison adiantou que quer que a proibição de exportação seja implementada assim que possível e não espera que a mudança demore anos.

A Austrália gasta 2,8 mil milhões de dólares australianos (1,7 mil milhões de euros) por ano para exportar 4,5 milhões de toneladas métricas de resíduos recicláveis, dos quais 80% são enviados para portos asiáticos.

Ambientalistas protestaram do lado de fora do consulado australiano na cidade de Surabaya, na Indonésia, contra o envio para a Indonésia de toneladas de resíduos plásticos e papéis provenientes da Austrália, que são enviados para a Indonésia, queimados e despejados em cursos de água, segundo os ambientalistas.

Fonte: Agência Lusa

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D