Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hora do Planeta

07
Jan17

Kímiku poluente sira ameasa ursu polar sira - Estudu

SAPO TL

Kímiku poluente sira hanesan mós ameasa ida ba ursu polar sira nia moris, aleinde akesimentu global, konklui hosi estudu ida ne'ebé fó sai iha loron-sesta ne'ebé bazeia iha serbisu investigasaun durante tinan 40 nia laran. 


 



EPA@ Greenpeace Photo


 


Tuir estudu, publika iha revista sientífiku Environmental Toxicology and Chemistry, katak poluente sira ne'e reprezenta risku ida aas tebes ba ursu sira nia saúde duké limiti ne'ebé konsideradu aseitável ba animal adultu sira.


 


Iha ursu oan sira, bele hetan kímiku sira iha inan nia susubeen, risku ne'ebé aas tebes.


 


Sientista sira halo serbisu durante tinan 40 kona-ba espozisaun hosi ursu polar sira ba kímiku sira, maibé mós halo ba foka sira no ikan bakallau, iha área entre illa Svalbard (Noruega) ho estadu Alaska (Estadus Unidus), fatin rua ne'e iha oseanu Ártiku.


 


"Hanesan estudu dahuluk ne'ebé hakarak determina kuantidade hosi risku ne'ebé poluente orgániku sira ne'ebé persistente reprezenta ba ekosistema ártiku nian", hatete, no haktuir hosi ajénsia AFP, autora prinsipal hosi estudu ne'e, Sara Villa, toxikólogu hosi Universidade Milano-Bicocca, iha Itália.


 


Poluente orgániku persistente sira, uza iha agrikultura ho iha indústria, hanesan pestisida, mantén durante dékada resin iha natureza, kontamina kadeia alimentar: liu, hanesan ezemplu, hosi plankton (organizmu ki'ik tebes ne'ebé iha tasi-been nia leten) ba ikan sira, hafoin ne'e ba foka sira no ikusmai ba iha ursu sira.


 


Bainhira akumula iha organizmu, to'o hetan doze sira ne'ebé nakonu tebes ho veneno, kímiku sira bele afeta duni sistema imunitáriu sira, reprodutivu ho endókrinu sira.


 


Vestíjiu sira hosi poliklorobifenilu sira (PCB), hanesan orgániku persistente ne'ebé poluente tebes, ne'ebé bandu ona nia uzu hahú hosi dékada 70, hetan ona iha ursu polar sira, haktuir hosi investigasaun.


 


Família foun sira hosi kompostu kímiku sira, hanesan ásidu perfluorooktanessulfóniku (PFOS), konsidera hanesan "ida ne'ebé nakonu tebes ho veneno ba mamíferu sira", hodi troka PCB.


 


Tuir estudu, konsentrasaun sira hosi PFOS maka aas liu iha ursu polar sira, aas liu duké iha foka sira.


 


Sustánsia kímiku sira ne'ebé autorizadu uza hodi labele halo bokon surat-tahan, hena, mobiliáriu sira, evita noda bee nian ka mina, no hodi halo espuma balun hosi extintor sira.


 


Kálkulu hatudu atu, iha tinan 2050, populasaun ursu polar sira nian, ne'ebé hetan ona ameasaun tanba alterasaun klimátiku halo jelu nabeen, sei tuun.


Iha Ártiku, akesimentu global bele hamosu versaun oioin iha tinan 30 nia laran, hatete hosi sienstista sira.


 


ho Lusa

06
Jan17

Poluentes químicos ameaçam ursos polares - Estudo

SAPO TL

Os poluentes químicos são também uma ameaça para a vida dos ursos polares, além do aquecimento global, conclui um estudo, hoje divulgado, que sintetiza 40 anos de trabalho de investigação. 


 



EPA@ Greenpeace Photo


 


Segundo o estudo, publicado na revista científica Environmental Toxicology and Chemistry, estes poluentes representam um risco para a saúde dos ursos cem vezes superior ao limite considerado aceitável para os animais adultos.


 


Nas crias, sujeitas aos químicos através do leite materno, o risco é mil vezes superior.


 


Os cientistas sintetizaram 40 anos de trabalho sobre a exposição dos ursos polares a químicos, mas também das focas e do bacalhau, numa área entre as ilhas Svalbard (Noruega) e o estado do Alasca (Estados Unidos), ambos banhados pelo oceano Ártico.


 


"Trata-se do primeiro estudo que visa quantificar o risco que os poluentes orgânicos persistentes representam para ecossistema ártico", disse, citada pela agência AFP, a principal autora do estudo, Sara Villa, toxicóloga da Universidade de Milano-Bicocca, em Itália.


 


Usados na agricultura e na indústria, os poluentes orgânicos persistentes, como os pesticidas, mantêm-se durante décadas na natureza, contaminando a cadeia alimentar: passam, por exemplo, do plâncton (organismos microscópicos que flutuam no mar) aos peixes, depois às focas e, no fim, aos ursos.


 


Ao acumularem-se no organismo, até atingirem doses muito tóxicas, os químicos podem afetar os sistemas imunitário, reprodutivo e endócrino.


 


Vestígios de policlorobifenilos (PCB), um dos poluentes orgânicos persistentes, cujo uso está proibido desde a década de 70, foram detetados nos ursos polares, de acordo com a investigação.


 


Novas famílias de compostos químicos, como a do ácido perfluorooctanessulfónico (PFOS), considerado "muito tóxico para os mamíferos", substituíram o PCB.


 


De acordo com o estudo, as concentrações de PFOS são elevadas nos ursos polares, dez vezes mais do que nas focas.


 


Estas substâncias químicas, autorizadas, são utilizadas para impermeabilizar papel, tecidos, mobiliário, evitar manchas de água ou gordura, e para produzir determinadas espumas de extintores.


 


As estimativas apontam para que, em 2050, a população de ursos polares, já ameaçada pelo degelo decorrente das alterações climáticas, diminua num terço.


 


No Ártico, o aquecimento global poderá gerar verões sem gelo dentro de 20 anos, vaticinam os cientistas.


 


com Lusa

03
Jan17

Poluisaun hamosu alerta mean iha sidade xineza hamutuk 25

SAPO TL

Sidade xineza sira hosi norte, sentru no leste hamutuk 25 hetan alerta mean tanba poluisaun, informa ohin hosi autoridade sira no imprensa estatal. 


 



 


Ne'e haneasn alerta mean dahuluk - ne'ebé aas liu - tanba poluisaun atmosfériku tinan ne'e iha Xina.


 


Anúnsiu ne'e tau hamutuk ho situasaun iha Pekin no iha sidade 20 sira seluk ne'ebé iha daudaun alerta laranka - hanesan pozisaun daruak aas liu - pelumenus ho problema hanesan.


 


Sidade 16 sira seluk iha hela alerta amarelu.


 


Sidade xineza hamutuk 75 hala'o ona alerta balun tanba poluisaun atmosfériku.


 


Rejiaun hosi Pekin-Tianjin-Hebei, iha nordeste, aumenta ona nia alerta to'o loron-sábadu kalan, fó sai hosi Ministériu Protesaun Ambiental iha loron-tersa ne'e.


 


Iha fatin balun hosi rejiaun ne'e, poluisaun sei to'o nível sira "ne'ebé todan tebes" ho konsentrasaun hosi partíkula sira PM 2,5 (ida ne'ebé perigozu liu) to'o 300 mikrograma tuir metru kúbiku (Organizasaun Mundial Saúde rekomenda ba nível máximu ida 25 nian).


 


Previzaun sira ba rejiaun nordeste nian aponta katak iha loron-domingu sei to'o klima malirin ne'ebé sei hadook abu-abun no poluisaun.


 


Emisaun hosi alerta sira hanesan akompaña ho nível oioin hodi bandu ba tránzitu, eskola sira, atividade hosi indústria sira ka obra sira konstrusaun nian.


 


Relatóriu ida ne'ebé fó sai iha loron-segunda refere katak empreza barak la halo tuir medida sira no kontinua sira nia atividade hanesan baibain.


 


ho Lusa

03
Jan17

Poluição coloca em alerta vermelho 25 cidades na China

SAPO TL

Vinte e cinco cidades do norte, centro e leste da China estão em alerta vermelho devido à poluição, informaram hoje as autoridades e a imprensa estatal. 


 



 


Este é o primeiro alerta vermelho – o mais elevado – por poluição atmosférica este ano na China.


 


O anúncio junta-se à situação de Pequim e de outras 20 cidades que se encontram em alerta laranja – o segundo mais elevado – pelo mesmo problema.


Outras 16 cidades estão em alerta amarelo.


 


No total, 72 cidades chinesas têm em vigor algum tipo de alerta por poluição atmosférica.


 


A região de Pequim-Tianjin-Hebei, no nordeste, estendeu o seu alerta até à noite de sábado, anunciou hoje o Ministério de Proteção Ambiental.


 


Em alguns locais dessa região, a poluição vai chegar a níveis “muito graves” com concentrações de partículas PM 2,5 (as mais perigosas) até 300 microgramas por metro cúbico (a Organização Mundial de Saúde recomenda um nível máximo de 25).


 


As previsões para a região do nordeste apontam para que no domingo chegue uma frente fria que disperse a neblina e a poluição.


 


A emissão dos alertas é acompanhada por diferentes níveis de restrições para o trânsito, escolas, atividade das indústrias ou obras de construção.


 


Um relatório divulgado na segunda-feira refere que muitas empresas ignoram estas medidas e prosseguem a sua atividade normalmente.


 


com Lusa

02
Jan17

Pequim em alerta laranja por poluição até quinta-feira

SAPO TL

Pequim estará em alerta laranja devido à poluição até à madrugada de quinta-feira, anunciaram as autoridades da capital chinesa nesta segunda-feira. 


 



 


O alerta foi acionado na sexta-feira e Pequim amanheceu na segunda-feira com céu azul e menos nevoeiro graças a uma frente de ar frio procedente do norte, mas as previsões indicam o regresso de maiores níveis concentrados de poluição na terça e quarta-feira.


 


A camada de poluição que cobriu o nordeste da China nos últimos dias obrigou no domingo ao cancelamento de 309 voos e ao encerramento de todas as autoestradas na cidade portuária de Tianjin (no leste de Pequim).


 


O alerta laranja implica restrições no trânsito (os carros só podem circular em dias alternados, conforme o número da matrícula), enquanto a população é aconselhada a não sair de casa, especialmente crianças e idosos.


 


As fábricas e estaleiros mais poluentes reduzem ou interrompem a produção, enquanto as atividades escolares ao ar livre são canceladas.


 


Segundo a normativa, o alerta laranja é o segundo mais alto de uma escala de quatro.


 


Um total de 24 cidades chinesas começaram 2017 sob alerta vermelho, o mais grave, por elevada poluição atmosférica.


 


com Lusa

02
Jan17

Pekin iha alerta laranja to'o loron-kinta tanba poluisaun

SAPO TL

Pekin sei iha alerta laranja tanba poluisaun to'o loron-kinta madrugada, fó sai ona hosi autoridade sira hosi kapital xineza iha loron-segunda ne'e. 


 





Alerta ne'e mosu iha loron-sesta no Pekin hadeer iha loron-segunda ne'e ho lalehan azul no ladún iha abun-abun tanba ár malirin ne'ebé mai hosi norte, maibé previzaun sira hatudu katak nível konsentradu sira poluisaun nian sei fila iha loron-tersa no loron-kuarta.


 


Poluisaun maka'as ne'ebé taka nordeste Xina iha loron hirak ikus ne'e obriga ona kanselamentu ba semo aviaun hamutuk 309 iha loron-domingu no taka ona autoestrada sira iha sidade portuáriu Tianjin (iha leste Pekin nian).


 


Alerta laranja implika atu iha bandu iha tránzitu (bele la'o de'it karreta sira iha loron alternadu sira, tuir númeru matríkula nian), bainhira populasaun hetan konsellu hodi hakmatek iha uma, liuliu ba labarik sira no katuas-ferik sira.


 


Fábrika sira no estaleiru sira ne'ebé halo liu poluisaun hamenus ka interompe produsaun, bainhira atividade sira ne'ebé halo eskola sira iha ár livre kansela tiha ona.


 


Tuir norma, alerta laranja hanesan alerta ida ne'ebé aas liu hosi eskala ida to'o haat.


 


Sidade xineza hamutuk 24 hahú tinan 2017 ho alerta mean, alerta ne'ebé aat liu, tanba poluisaun atmosfériku ne'ebé aas tebes.


 


ho Lusa

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D