Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hora do Planeta

17
Out16

Panda ne'ebé ferik liu iha mundu ne'ebé hela iha kativeiru mate ona iha Hong Kong

SAPO TL

Panda ne'ebé hela iha kativeiru ne'ebé hanesan ida ne'ebé ferik liu iha mundu mate ona iha loron-domingu kalan iha parke ida atrasaun nian iha Hong Kong, ho tinan 38 ne'ebé ekivale tinan 114 hosi ema moris ida nian. 


 



Fotografia hosi panda Jia Jia ne'ebé hasai iha loron 06 Setembru 2013 iha nia loron aniversáriu. Foto@ Tom White / EPA


 


Panda inan Jia Jia sujeita ba eutanázia, hafoin nia estadu saúde sai aat liu iha semana hirak ikus ne'e, esplika ona hosi responsável sira iha Ocean Park, liuhosi komunikadu ida.


 


"Iha loron hirak ikus ne'e nia ladún hadeer no la hatudu interese ba hahán no ba bee", haktuir hosi komunikadu hanesan ne'ebé fó sai katak iha loron-domingu dadeer panda ne'e la konsege la'o ona no toba loron tomak.


 


Jia Jia, ne'ebé nia naran signifika "di'ak", hanesan prezente ida hosi Governu xinés ba rejiaun administrativu espesial HongKong, iha 1999, iha aniversáriu daruak hosi entrega eis-kolónia britániku ne'e ba Xina.


 


Tinan naruk hosi animal ne'e hanesan kazu úniku iha nia espésie, tanba esperansa hodi moris hosi panda sira ne'e maka ki'ik liu tinan 20, tinan ne'ebé baibain sira hetan bainhira hela iha kativeiru.


 


Destruisaun hosi habitat natural sira ne'ebé hanesan panda nia moris fatin halo sira sai oituan ba de'it panda hamutuk rihun rua.


 


Tanba taxa natalidade ne'ebé ki'ik, programa sira reprodusaun nian iha kativeiru sai hanesan importante hodi hametin sobrevivénsia hosi espésie ne'e.


 


Durante tempu ne'ebé nia moris iha Hong Kong, Jia Jia hahoris panda neen iha partu lima.


 


ho Lusa

17
Out16

Morre em Hong Kong urso panda em cativeiro mais velho do mundo

SAPO TL

O urso panda em cativeiro mais velho do mundo morreu no domingo à noite num parque de atrações de Hong Kong, aos 38 anos, o equivalente a 114 anos de idade num ser humano. 


 



Fotografia do panda Jia Jia tirada no dia 06 de Setembro de 2013 no seu dia de aniversário. Foto@ Tom White / EPA


 


A fêmea Jia Jia foi submetida a eutanásia, depois de o seu estado de saúde se ter deteriorado muito nas últimas semanas, explicaram os responsáveis pelo Ocean Park, num comunicado.


 


"Nos últimos dias tinha passado menos tempo acordada e não mostrava interesse pela comida ou pelos líquidos", segundo o mesmo comunicado, que revela que no domingo de manhã a panda já não conseguia caminhar e permaneceu todo o dia deitada.


 


Jia Jia, cujo nome significa "boa", tinha sido um presente do Governo chinês à região administrativa especial de Hong Kong, em 1999, a propósito do segundo aniversário da entrega da ex-colónia britânica à China.


 


A longevidade deste animal é um caso único na sua espécie, porque a esperança de vida destes pandas é inferior a 20 anos, a idade que costumam alcançar quando vivem em cativeiro.


 


A destruição dos habitats naturais onde vive o urso panda reduziu a espécie a menos de 2000 exemplares.


 


Por causa da sua baixa taxa de natalidade, os programas de reprodução em cativeiro tornaram-se essenciais para assegurar a sobrevivência da espécie.


Durante o tempo que viveu em Hong Kong, Jia Jia deu à luz seis crias em cinco partos.


 


com Lusa

17
Out16

Loke ona santuáriu dahuluk ba elefante sira hosi Amérika Latina

SAPO TL

Inaugurasaun hosi santuáriu dahuluk ba elefante Guida ho Maia hosi Amérika Latina, ne’ebé maka moris kativeiru durante tinan 40 resin.





 


Okupante foun dahuluk ba santuáriu ne’e maka sei fó esperansa moris ba animál hirak ne’e, hafoin lori sira ilegalmente hosi Tailándia bá iha Brazil, iha semana kotuk no hafoin lori sira rua la’o lemo-lemo durante sirku ne’ebé hala’o iha sidade barak.


 


Ho kapasidade atu simu elefante besik 50, santuáriu foun ne’e hanesan obra Internacional Global Sanctuary for Elephants, organizasaun internasionál la’os-governamentál ida ne’ebé luta hodi fó prezervasaun ba espésie ne’ebé ita ema prejudika sira-ninia moris, durante tempu barak. “Ita ema bá lori sai elefante hosi ai-laran ka sira-ninia fatin hodi bá hatudu espetákulu iha sirku, Ita presija fó dignidade ba sira nomós respeita sira”, tenik prezidente ONG, Scott Blais.


 


Santuáriu ne’e ofisialmente inaugural ona iha Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, kuarta-feira liu ba, no sai nu’udar santuáriu ho rai hektare 1100 resin, ekivale ba kampo futeból 1540.


 


Ba oras ne’e, Guida ho Maia maka sai nu’udar abitante ba santuáriu ne’e, maibé iha inisiu 2017 Ramba sei ba tan ho sira na’in rua, elefante ne’ebé hetan salva hosi sirku iha Xili. Maski iha ona santuáriu, maibé ema labele bá to’o iha ne’ebá hodi haree, tanba husik animal sira ne’e sente hakmatek, maibé bele akompaña elefante sira ne’e ninia moris lolroon liu hosi site.


 


Iha de’it Brazil, maka elefante 30 resin hetan ameasaun, tanba sai hanesan dadur ba sirku ka ladun hetan tratamentu di’ak hosi sira-ninia nasaun.


 


Foto: Santuário Elefantes Brazil 

17
Out16

já abriu o primeiro santuário para elefantes da América Latina

SAPO TL

A inauguração do primeiro santuário para elefantes da América Latina, ficou a cabo de Guida e Maia, dois elefantes a viver em cativeiro há mais de 40 anos.






Os primeiros ocupantes do espaço que quer ser uma nova esperança na vida destes animais, foram trazidos de forma ilegal da Tailândia para o Brasil, com poucas semanas, e desde então foram atracções de circos em várias cidades do país.


 


Com capacidade para acolher perto de 50 elefantes, o novo santuário brasileiro é obra da Internacional Global Sanctuary for Elephants, uma organização não governamental internacional que luta pela preservação desta espécie, tão prejudicada por mão humana há já muito tempo. “Os humanos têm tirado os elefantes da natureza para os oferecer como entretenimento. Precisamos de lhes dar a dignidade e o respeito que eles merecem”, alerta Scott Blais, presidente desta ONG.


 


Inaugurado oficialmente na passada quarta feira em Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, o novo santuário conta com mais de 1100 hectares de terreno, o equivalente a 1540 campos de futebol.


 


Para já Guida e Maia são os únicos habitantes do santuário, mas no início de 2017 Ramba, um elefante salvo de um circo no Chile, irá juntar-se ao grupo. O santuário não permitirá visitas ao local para garantir a tranquilidade dos animais, mas através do site será possível acompanhar em tempo real o dia-a-dia destes elefantes.


 


Só no Brasil, estima-se que mais de 30 elefantes se encontram em situações de risco, seja por estarem prisioneiros de um circo ou por maus tratos em fazendas não identificadas pelo país.


 


Foto: Santuário Elefantes Brasil

13
Out16

Haiti hanesan nasaun ida ne'ebé ema mate barak tanba dezastre natural sira iha tinan 20 ikus ne'e

SAPO TL

Haiti hanesan nasaun ida ne'ebé iha ema barak maka mate iha tinan 20 ikus ne'e tanba dezastre natural sira: 229.699, haktuir hosi relatóriu ida hosi ONU ne'ebé maka publika iha loron-kinta ne'e. 


 



Ambiente iha Port Salute, Haiti, hafoin furakasaun Matthew. Imajen hasai iha loron 07 Outubru 2016. EPA@ Bahare Khodabande


 


Ligasaun sira entre kiak no dezastre natural sira hanesan "loloos" iha kazu Haiti nian, hatete hosi reprezentante espesial ONU nian ba redusaun hosi risku sira katástrofe nian, Robert Glasser, iha konferénsia imprensa ida.


 


Iha mundu tomak, mate ona ema hamutuk millaun 1,35 tanba dezastre natural sira entre tinan 1996 no 2015, haktuir hosi relatóriu.


 


Hafoin Haiti, nasaun sira ne'ebé iha ema mate tanba ne'e maka Indonézia (182.136), ne'ebé afetadu ho 'tsunami' iha Índiku iha 2004 no Birmánia (139.515) ne'ebé hetan siklone Nargis iha 2008.


 


Hafoin mosu Xina, Índia, Pakistaun, Rúsia, Sri Lanka, Iraun no Venezuela.


 


Dokumentu kontabiliza dezastre natural hamutuk rihun hitu iha períudu hanesan no hatudu katak rai-nakdoko sira no tsunami sira hanesan dezastre sira ne'ebé oho maka'as, tuir dezastre sira ne'ebé relasionadu ho klima, haktuir hosi ONU iha komunikadu ida.


 


Nasaun sira ne'ebé riku liu iha "lakon ekonómiku maka'as" tanba dezastre natural sira, maibé iha nasaun sira ne'ebé kiak tebes "ema sira selu ho sira nia moris", haktuir hosi sekretáriu-jeral ONU nian, Ban Ki-moon, iha komunikadu hanesan.


 


ho Lusa

13
Out16

Haiti é o país com mais mortes devido a catástrofes naturais nos últimos 20 anos

SAPO TL

O Haiti é o país onde houve mais mortes nos últimos 20 anos relacionadas com catástrofes naturais: 229.699, segundo um relatório das Nações Unidas hoje publicado. 





O ambiente em Port Salute, Haiti, depois do furacão Matthew. Imagem tirada no dia 07 de Outubro de 2016. EPA@ Bahare Khodabande


 


As ligações entre pobreza e catástrofes naturais são "muito claras" no caso do Haiti, disse o representante especial das Nações Unidas para a redução dos riscos de catástrofe, Robert Glasser, numa conferência de imprensa.


 


Em todo o mundo, morreram cerca de 1,35 milhões de pessoas por causa de catástrofes naturais entre 1996 e 2015, segundo o relatório.


 


A seguir ao Haiti, os países com mais mortes são a Indonésia (182.136), afetada pelo 'tsunami' no Índico em 2004, e a Birmânia (139.515), atingida pelo ciclone Nargis em 2008. Surgem depois China, Índia, Paquistão, Rússia, Sri Lanka, Irão e Venezuela.


 


O documento contabiliza sete mil catástrofes naturais no mesmo período e mostra que os sismos e os maremotos ('tsunamis') são os desastres mais mortíferos, seguindo-se aqueles que estão relacionados com o clima, precisa a ONU, num comunicado.


 


Os países mais ricos têm "enormes perdas económicas" por causa das catástrofes naturais, mas nos países mais pobres "as pessoas pagam com as suas vidas", sublinha o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, no mesmo comunicado.


 


com Lusa

11
Out16

Shakira fó dolar millaun 15 ba rekonstrusaun Haiti nian

SAPO TL

Preokupadu ho situasaun hosi populasaun sira Haiti nian, kantora kolombiana Shakira fó ona osan besik dolar millaun 15 hodi tulun iha parte importante tebes hodi harii fali nasaun ne'e.


 





Liuhosi Fundasaun ALAS, organizasaun ne'ebé serbisu daudaun maka'as tebes hodi harii fali illa, Shakira tenta nune'e tulun Haiti, nasaun ida ne'ebé kiak liu hosi Amérika Latinu no liuliu ida ne'ebé sensível ba dezastre natural sira.

Ne'e la'ós ba dala uluk maka kantora kolombianu ajuda nasaun ne'e. Iha tinan 2000, tanba rai-nakdoko ne'ebé maka'as tebes ne'ebé akontese iha illa, Shakira fó ona dolar millaun 1,5 hodi harii eskola Elie Dubois, iha Porto Prínsipe.

Iha tempu ne'ebá, no hamutuk ho kantór sira seluk, Shakira kontribui ona hodi hetan fundu sira liuhosi knananuk “Somos El Mundo 25 por Haiti” ne'ebé hakerek hosi kantora kubanu Gloria Estefan no nia laen Emilio Estefan, versaun ida ho susesu boot iha tinan 1980 “We Are The World”.

Tuir ONU, liuhosi Kordenasaun ba Asuntu Humanitáriu sira, ema millaun 1,4 resin presiza tulun urjente iha Haiti.


 


Fonte: Green Savers

11
Out16

Shakira doa 15 milhões de dólares para a reconstrução do Haiti

SAPO TL

Preocupada com a situação das populações do Haiti, a cantora colombiana Shakira doou cerca de 15 milhões de dólares para ajudar na tão necessária reconstrução deste país.


 




Através da Fundação ALAS, organização que está a trabalhar arduamente pela reconstrução da ilha, Shakira tenta assim ajudar o Haiti, o país mais pobre da América Latina e especialmente sensível a desastres naturais.

Esta não é a primeira vez que a cantora colombiana ajuda este país. Já em 2010, na sequência de um violento terramoto que arrasou a ilha, Shakira tinha doado 1,5 milhão de dólares para reconstruir a escola Elie Dubois, em Porto Príncipe.

Na altura, e em conjunto com outros cantores, Shakira contribuiu para a recolha de fundos através da música “Somos El Mundo 25 por Haiti” composta pela cantora cubana Gloria Estefan e seu marido Emilio Estefan, uma versão do enorme êxito dos anos 80 “We Are The World”.

De acordo com a ONU, pela Coordenação de Assuntos Humanitários, cerca de 1,4 milhões de pessoas precisam de ajuda urgente no Haiti.


 


Fonte: Green Savers

07
Out16

Walt Disney World ho Universal Studios iha Flórida taka tanba furakaun Matthew

SAPO TL

Resort Walt Disney World hosi Flórida taka tiha ninia parke temátika, molok furakaun Matthew akontese.




Parkes temátika hothotu hosi Walt Disney World, Disney Springs, kampo golf iha miniatura, parke akuátika no ESPN Wide World of Sports Complex taka horisehik, tuku 17h, oras lokál no sei kontinua laloke to’o aban, 7-outubru-2016, tanba previzaun ikus relasiona ho furakaun Matthew.




Ida ne’e hanesan vesdahaat ba Walt Disney World taka, tanba kondisaun meteorolójika desde nia hahú loke iha 1971.


 


Parke Universál iha Orlando nian mos taka, inklui Sea World, ne’ebé harii iha sidade hanesan.


 


Parke hothotu sei hala’o hikas sira-ninia atividade iha sábadu dader.




Furakaun Matthew ne’ebé ba to’o ona iha estadu Florida no Karolina Sul, hafoin akontese iha Haiti, halo Barack Obama dekreta estadu emerjénsia.


 


@SAPO MAG

07
Out16

Walt Disney World e Universal Studios na Flórida fecham devido ao furacão Matthew

SAPO TL

O resort Walt Disney World da Flórida fechou os seus parques temáticos antes da chegada do furacão Matthew.



Os parques temáticos do Walt Disney World, o Disney Springs, campos de golfe em miniatura, parques aquáticos e o ESPN Wide World of Sports Complex foram fechados na quinta-feira às 17h, hora local, e permanecerão fechados até esta sexta-feira, 7 de outubro de 2016, devido às últimas previsões para o furacão Matthew.


 


Esta é a quarta vez que o Walt Disney World encerra devido a condições meteorológicas desde a sua abertura, em 1971.


 


A mesma medida foi tomada para os parques da Universal em Orlando, assim como para o Sea World, na mesma cidade.


 


Todos os parques prevêem retomar a sua operação normal na manhã de sábado.


 


A chegada do Furacão Matthew aos estados da Flórida e da Carolina do Sul, depois da sua passagem pelo Haiti, levou Barack Obama a decretar o estado de emergência.


 


@SAPO MAG

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D