Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hora do Planeta

07
Abr14

Austrália: criação do maior santuário marinho vai permitir salvar mais espécies raras

SAPO TL

O Governo australiano criou a maior reserva marinha do país totalmente protegida, o que vai permitir salvar várias espécies marinhas, incluindo baleias raras. A Reserva da Ilha Heard e da Ilha McDonald foi expandida em 6.200 quilómetros quadrados e a reserva é agora a maior da Austrália.


 



 


A expansão da reserva marinha foi feita depois de várias avaliações científicas e a área protegida engloba actualmente 71.200 quilómetros quadrados de mar.

As Ilhas McDonald e de Heard são territórios externos australianos e ficam localizadas a 4.100 quilómetros a sudoeste de Perth. Estas ilhas são locais estéreis, inabitados e estão considerados entre os mais remotos do planeta.

De acordo com a Divisão Antárctica Australiana, as ilhas são “uma das áreas mais biologicamente primitivas do mundo”, albergando focas, pinguins, aves marinhas, bem como terreno glacial e vulcânico, refere o Guardian.

As ilhas foram consideradas património mundial pela UNESCO em 1997. A expansão da reserva significa, agora, que este território é dos maiores a nível mundial totalmente protegidos. Tal significa que nenhuma ou muito pouca actividade pode ocorrer no território da reserva, com as visitas humanas restringidas a equipas de investigação e de monitorização.

A decisão do Governo australiano foi aplaudida pelos grupos ambientais e conservacionistas, que acreditam que a expansão vai ajudar a salvar as baleias-de-cabeça-bicuda e as baleias-bicudas-de-cabeça-plana. Estas baleias, a par das focas e das aves marinhas vão estar assim protegidas de potenciais ameaças, como a exploração de gás e petróleo, bem como da pesca.

Sapo TL com Green Savers PT

03
Abr14

Hatene tansá maka NASA husu ita atu hasai selfie ida

SAPO TL

Ajénsia espasiál norte-amerikanu konvida ita atu selebra Loron Rai nian ho dalan orijinál ida.


 



 


Dezafiu ne'e lansa hosi NASA no hodi hanesan selebrasaun mundiál ida iha Loron Rai nian: hasai selfie ida iha loron 22 fulan-Abril iha fatin ne'ebé iota hela, ho identifikasaun loloos. Objetivu hosi ideia ne'e maka halo imajen oinseluk ida planeta nian bainhira halibur kolesaun ida fotografia sira ne'ebé populasaun sira hasai iha mundu tomak.

Atu partisipa, tenki hasai de'it selfie ida ne'ebé hatudu saida maka haleu ita no identifika fatin, liuhosi liafuan sira ne'ebé hakerek iha rai-henek ka iha fatuk sira, hosi sinál iha estrada ne'ebé lokaliza fatin ka uza imajen ne'ebé sujere hosi ajénsia norte-amerikanu rasik, ne'ebé hakerek: "Olá Nasa! Fatin ne'ebé ha'u hela iha Rai agora daudaun maka (hakerek lokalizasaun fatin nian)". Imajen ne'e disponível hodi halo download iha site NASA nian.

Hafoin ne'e tenki fahe de'it iha ita ninia rede sosiál sira, iha Twitter, Instagram, Facebook, Google+ ka Flickr, ho A hashtag #globalselfie.

Hafoin ne'e NASA sei halo imajen boot ida ne'ebé sei divulga iha fulan-Maiu no sei sai hanesan mozaiku ida hosi ita ninia planeta.

Sapo TL ho Visão

03
Abr14

Saiba por que a NASA lhe pede que tire uma selfie

SAPO TL

A agência espacial norte-americana convida-o a celebrar o Dia da Terra de uma forma original.







O desafio é lançado pela NASA e pretende ser uma celebração mundial do Dia da Terra: tirar uma selfie no dia 22 de abril no sítio do planeta onde estiver, devidamente identificado. A ideia é criar uma imagem diferente do planeta ao reunir uma colecção de fotografias tiradas pelos habitantes de todo o mundo.

Para participar, a única coisa que tem de fazer é tirar uma selfie mostrando o que está à sua volta e indentificando o local, através de palavras escritas na areia ou em rochass, de um sinal na estrada que o localize ou usando a imagem sugerida pela própria agência norte-americana, onde tem inscrito: "Olá Nasa! O local em que estou da Terra neste momento é (preencher com a localização onde vai estar)". A imagem está disponível para download no site da NASA .

Depois só tem que partilhar numa das suas redes sociais, seja no Twitter, Instagram, Facebook, Google+ ou Flickr, com A hashtag #globalselfie.

A NASA construirá depois uma mega imagem que será divulgada em maio e que será um mosaico do nosso planeta.

Sapo TL com Visão

03
Abr14

Chineses recorrem a sacos de ar das montanhas para fugir à poluição

SAPO TL

Os residentes de Zhenzhou, uma das cidades mais poluídas da China, estão a recorrer a sacos de ar das montanhas, numa tentativa desesperada de inalar ar fresco.










Zhenzhou é uma das cidades da China com mais poluição. Numa lista da Greenpeace sobre as mais poluídas cidades de 2013, ficou em 10º , com um índex de qualidade do ar de 157 (Pequim tem 55 e Nova Iorque 62).


 


Em contraste, na provínvia de Henan, fica uma das zonas mais verdes do país - a Reserva Montanhosa de Laojun. Conhecida pelo ar fresco, a região foi classificada de reserva natural em 1997.


 


Recentemente, uma equipa de reportagem televisiva deslocou-se ao local a fim de testar a qualidade do ar. Foi quando uma empresa local  se lembrou de distribuir ar fresco em vácuo, para promover o turismo da região.


 


"Juntámos 2 mil botijas de ar de She Shen Ya (o pico da Montanha Laojun) e distribuimo-las por várias localidades, numa operação de marketing. Desaparaceram em 20 minutos", conta um responsável do parque.


 


Sapo TL com SIC




01
Abr14

David Beckham hasoru malu ho Dalai Lama Ai-laran sira nian

SAPO TL

Eis-futebolista David Beckham vizita ona tribu Yanomami, iha Brazil, durante preparasaun sira ba Mundiál Futeból 2014 nian, no hasoru malu ho Davi Kopenawa, ne'ebé koñesidu hanesan Dalai Lama Ai-laran sira nian.


 



 


Durante filmajen sira ba programa televizaun ida nian, Beckham halo ona vizita ba teritóriu sira Yanomami nian no simu hosi Davi Kopenawa, ema ne'ebé Beckham tenki husu lisensa hodi tama iha rezerva. Diálogu ne'e ko'alia mós kona-bá tema sira hanesan mina ilegál sira iha rai sira tribu brazileiru sira nian, indika hosi komunikadu Survival International nian.

Dário Yawarioma, Davi Yanomami ninia oan-mane no kordenadór ba asosiasaun Yanomami Hutukara, hatete ba Globo katak "David iha terese maka'as tebes iha proble sira rezerva nian". "[Nia] halo observasaun ba ameasa sira hasoru ambiente no ba ami ninia kultura no hatudu preokupasaun ba ami ninia povu".

Davi Kopenawa sai hanesan "Xamã" dahuluk Yanomami nian ne'ebé maka publika livru. "O céu em queda: Palavras de um Xamã Yanomami” hanesan livru ne'ebé nia hakerek hamutuk ho antropólogu Bruce Albert ne'ebé konta kona-bá ninia moris.

Iha artigu ida ne'ebé publika ona iha semana liubá, iha revista norte-amerikanu Truthhout, diretór hosi Survival International, Stephen Corry, afirma ona katak "Kopenawa ninia livru tenki sai hanesan livru importante ida iha tempu agora daudaun".

Iha ninia apresiasaun ba livru, Corry destaka ona "opozisaun diametrál" entre hanoin hosi Yonamami ninia mundu no konklui katak mensajen hosi Davi moos tebes: "Nia hakarak atu ita hatene katak ita estraga daudaun mundu ho hamlaha ba kbiit, no bainhira ita estraga Yanomami sira, ita sei estraga ita ninia aan rasik".

Xamã defende katak nia proteje natureza hanesan buat ida de'it. "Ami defende ai-hun sira iha ai-laran sira, iha foho sira no mota sira, ba ninia ikan, kasa, espíritu sira no populasaun umanu sira", nia hatete no hatutan katak "komportamentu sira konsumu nian ne'ebé verifika iha mundu estraga daudaun sistema ne'ebé moris uza". "Mundu sei sofre bainhira ai-laran sira sei hetan nafatin estraga".

Estudu oioin apoia daudaun reinvidikasaun sira Davi nian katak povu tribu sira hanesan konservadór di'ak natureza nian. Antes iha liafuan konservasaun mosu iha ita ninia vokabuláriu, povu indíjena sira dezenvolve ona medida sira ne'ebé di'ak tebes ba manutensaun riku sira rai nian, ba protesaun ai-laran nian no ba biodiversidade.

Sapo TL ho Green Savers PT

01
Abr14

David Beckham encontra-se com o Dalai Lama das Florestas

SAPO TL

O ex-futebolista David Beckham visitou a tribo Yanomami, no Brasil, durante as preparações para o Mundial de Futebol de 2014, e tendo-se encontrado com Davi Kopenawa, conhecido como o Dalai Lama das Floresta.


 



 


Durante as filmagens de um programa televisivo, Beckham visitou o território dos Yanomami e foi recebido por Davi Kopenawa, a quem pediu permissão para entrar na reserva. A conversa abordou temas como as minas de outro ilegal em terras de tribos brasileiras, indica o comunicado da Survival International

Dário Yawarioma, filho de Davi Yanomami e coordenador da associação Yanomami Hutukara, disse à Globo que “David estava muito interessado nos problemas da reserva”. “[Ele] observou as muitas ameaças ao ambiente e à nossa cultura e mostrou-se preocupado com o nosso povo”.

Davi Kopenawa foi o primeiro “Xamã” Yanomami a publicar um livro. “O céu em queda: Palavras de um Xamã Yanomami”, escrito em colaboração com o antropólogo Bruce Albert e que conta a sua história de vida.

Num artigo publicado, na passada semana, na revista Norte-Americana Truthhout, o director da Survival International, Stephen Corry afirmou que “o livro de Kopenawa merece tornar-se um dos mais importantes livros dos tempos actuais”.

Na sua apreciação ao livro, Corry destacou a “oposição diametral” entre a visão do mundo dos Yonamami e concluiu que a mensagem de Davi é clara: “Ele quer que saibamos que estamos a destruir o mundo com a insaciável fome por posses, e se destruirmos os Yanomami, destruímo-nos a nós mesmos”.

O xamã defende que está a proteger a natureza como um todo. “Defendemos as árvores das florestas, as colinas, as montanhas e os rios; o seu peixe, a caça, os espíritos e os habitantes humanos”, revelou, enquanto advertia que “os comportamentos de consumo de recursos verificados no mundo estão a destruir os sistemas dos quais a vida é dependente”. “O mundo vai sofrer se a floresta continuar a ser destruída”.

Vários estudos têm apoiado as reivindicações, de Davi, de que os povos tribais são os melhores conservadores da natureza. Muito antes da palavra conservação surgir no nosso vocabulário, os povos indígenas já desenvolviam medidas altamente eficazes para a manutenção da riqueza das suas terras, para a protecção florestal e da biodiversidade.

Sapo TL com Green Savers PT

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D