Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hora do Planeta

16
Set16

O ano de 2016 está a caminho de tornar-se no mais quente da história

SAPO TL

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) indicou hoje que 2016 está a caminho de se converter no ano mais quente de que há registos históricos e este pode ser o padrão de uma nova realidade. 


 



Pôr-do-sol em Hanover, Alemanha. Foto@ Julian Stratenschulte / EPA


 


“Fomos testemunhas de um período prolongado de calor extraordinário e tudo indica que se isto se converterá na nova norma”, afirmou Petteri Taalas, secretário-geral da OMM, citado pela agência EFE.


 


O ano está a ser marcado pelo registo de níveis de concentração de dióxido de carbono extremamente altos e pela quebra sucessiva de recordes de temperatura, assinalou ainda o finlandês que dirige a agência das Nações Unidas para o clima.


 


Esta situação e o aquecimento das águas dos oceanos esteve na origem do fenómeno de branqueamento dos corais, sublinhou ainda.


 


“O período excecionalmente prolongado de aquecimento global continuou em agosto, que foi o mais quente nos registos tanto na superfície da terra como nos oceanos”, acrescentou a porta-voz da OMM, Claire Nullis, que citou dados da agência espacial norte-americana (NASA) e do Centro Europeu para as Previsões Meteorológicas a Médio Prazo.


 


Por outro lado, de acordo com os últimos dados, também a superfície de gelo do Ártico alcançou durante o verão boreal, no passado dia 10 de setembro, a segunda mais pequena extensão de sempre, desde que começaram a ser realizados registos por satélite, há 37 anos. A extensão da superfície de gelo este ano apenas é comparável com a verificada em 2007.


 


A extensão de gelo no Ártico foi de 4,14 milhões de quilómetros quadrados e os cientistas acreditam que a situação só não foi mais dramática devido ao verão fresco este ano nessa parte do mundo, em razão de períodos nublados e tempestades regulares.


 


“Essas condições climatéricas desaceleram a perda de gelo durante o verão, mas no essencial estamos apenas um degrau abaixo do recorde”, indicou Nullis.


 


A menor superfície de gelo ártico data de 17 de setembro de 2012, quando diminuiu até aos 3,39 milhões de quilómetros quadrados.


 


com Lusa

14
Mar16

Fevereiro foi 1,35º mais quente em todo o mundo

SAPO TL

Fevereiro foi 1,35º mais quente que a temperatura média histórica do mês em todo o mundo. 


 



O clima quente em Sydney, Austrália. EPA@ Dean Lewins




As temperaturas globais do mês de Fevereiro bateram todos os recordes históricos por uma larga margem, de acordo com dados da agência norte-americana NASA, que voltou a relembrar a necessidade de medidas que mitiguem as alterações climáticas.


 


De acordo com a NASA, a temperaturas globais subiram 1,35º em relação às temperaturas médias para este mês medidas no período entre 1951 e 1980. “É um grande choque e mais uma lembrança da subida incessante das temperaturas globais resultantes de gases com efeito de estufa produzidos pelo Homem”, escreveram Jeff Masters e Bob Henson no blog Weather Underground, que analisou os dados.


 


Na verdade, o mês de Janeiro já tinha batido todos os recordes de temperatura, com os termómetros a subirem 1,15ºC em relação à media global daquele mês.


 


O Weather Underground explica ainda que, embora parte deste fenómeno tenha sido originado pelo El Niño, no Oceano Pacífico, a verdade é que as temperaturas foram mais altas que as ocorridas no último El Niño, em 1998, um fenómeno que foi tão violento como o deste ano.


 


“Estamos numa espécie de emergência climática”, explicou à Fairfax Media Stefan Rahmstorf, do Postdam Institute of Climate Impact Research, da Alemanha. “Isto é realmente incrível e sem precedentes”, concluiu.


 


Fonte: Green Savers

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D