Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hora do Planeta

17
Out16

já abriu o primeiro santuário para elefantes da América Latina

SAPO TL

A inauguração do primeiro santuário para elefantes da América Latina, ficou a cabo de Guida e Maia, dois elefantes a viver em cativeiro há mais de 40 anos.






Os primeiros ocupantes do espaço que quer ser uma nova esperança na vida destes animais, foram trazidos de forma ilegal da Tailândia para o Brasil, com poucas semanas, e desde então foram atracções de circos em várias cidades do país.


 


Com capacidade para acolher perto de 50 elefantes, o novo santuário brasileiro é obra da Internacional Global Sanctuary for Elephants, uma organização não governamental internacional que luta pela preservação desta espécie, tão prejudicada por mão humana há já muito tempo. “Os humanos têm tirado os elefantes da natureza para os oferecer como entretenimento. Precisamos de lhes dar a dignidade e o respeito que eles merecem”, alerta Scott Blais, presidente desta ONG.


 


Inaugurado oficialmente na passada quarta feira em Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, o novo santuário conta com mais de 1100 hectares de terreno, o equivalente a 1540 campos de futebol.


 


Para já Guida e Maia são os únicos habitantes do santuário, mas no início de 2017 Ramba, um elefante salvo de um circo no Chile, irá juntar-se ao grupo. O santuário não permitirá visitas ao local para garantir a tranquilidade dos animais, mas através do site será possível acompanhar em tempo real o dia-a-dia destes elefantes.


 


Só no Brasil, estima-se que mais de 30 elefantes se encontram em situações de risco, seja por estarem prisioneiros de um circo ou por maus tratos em fazendas não identificadas pelo país.


 


Foto: Santuário Elefantes Brasil

12
Jul16

Como três gatos cegos recusaram ser adoptados em separado

SAPO TL

No Natal de 2014, três gatos foram encontrados num armazém abandonado no Dubai, depois de terem sido abandonados pelo antigo “dono” que, pelo caminho, também deixou por tratar uma infecção que acabou por lhes retirar a visão.





 


Depois de terem sido levados para uma instituição de animas, para posterior adopção, o irmão mais velho Blue acabou por ser acolhido por um vizinho do seu antigo dono. Mas a adopção não correu bem, explica o Bored Panda. É que Blue não conseguia viver sem as duas irmãs, Meadow e Little Willow, e chorava a noite toda à sua procura.


 


Poucos dias depois de ter sido adoptado, Blue voltou à associação e reuniu-se com Meadow e Little Willow. Até que a 19 de Fevereiro de 2015, a sorte deste trio mudou, quando Catherine Magno os adoptou simultaneamente.


 


“Não tinha nenhuma experiência de adoptar gatos até há poucos meses, quando adoptei o primeiro, mas a sua história emocionou-me tanto que não consegui vê-los numa jaula para sempre, ou que lhes acontecesse pior”, explicou Catherine ao Bored Panda.


 


A responsável admitiu que estava preocupada com as necessidades especiais dos novos amigos, mas a verdade é que não sentiu grande diferenças para um gato que consegue ver. “O único ajuste que tive de fazer foi colocar tudo no mesmo sítio. Mas eles adaptam-se de forma inacreditável [à falta de visão]. Os gatos cegos vêem através dos seus corações”, concluiu.


 


@Green Savers

12
Jul16

Oinsa busa matan-delek na’in tolu ne’ebé lakohi hakiak separadu

SAPO TL

Iha  Natal 2014, hetan busa na’in tolu iha armazén abandonadu ida iha Dubai, hafoin husik hela hosi  na’in, ho nune’e, lahetan tratamentu ba infesaun ne’ebé maka ikus mai halo sira laharee.





 


Hafoin lori ba instituisaun animal nian,  hodi  ikus mai halo adopsaun, Blue ne’ebé boot liu hetan hakiak hosi na’in nia viziñu uluk. Maibé adopsaun lala’o ho di’ak, esplika Bored Panda. Katak  Blue lakonsege moris sein nia alin rua, Meadow no Little Willow, no tanis kalan tomak hodi ba buka sira.


 


Liu loron balun hafoin adopta, Blue fila ba assosiasaun no hamutuk fila fali ho Meadow no Little Willow. To’o iha  19 Fevereiru 2015, sorte ba triu ne’e hetan mudansa, bainhira  Catherine Magno hakarak adopta hotu.


 


“Ha’u laiha esperiénsia atu adopta busa sira iha fulan hirak nia-laran, bainhira  adopta primeiru ,maibé ninia istória emosiona tebes ha’u  lakonsege atu haree sira iha jaula nafatin, ka saida maka akontese ba sira piór  liu”, haktuir  Catherine ba Bored Panda.


 


Responsável ne’e admite katak  preokupa liliu ba  nesessidade nia amigu foun sira, maibé loos duni katak lasente diferensa boot ba busa ida ne’ebé bele haree. “asaun úniku  ne’ebé nia tenki  halo maka koloka buat hotu iha nia fatin. Maibé sira adapta ho forma ida  “inacreditável” [laharee
]. Busa matan-delek sira haree liuhosi sira nia fuan”, nia konklui.


 


SAPO TL ho Green Savers

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D