Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Hora do Planeta

28
Jun13

Rapaz de 10 anos passará 2013 a dormir em tenda ao ar livre

SAPO TL

Num canto remoto da Pensilvânia, nos Estados Unidos, um ambicioso menino de 10 anos de idade resolveu montar uma tenda no quintal e lá dormir todas as noites, durante um ano. A missão teve início na passagem de ano, tornando-se numa resolução de ano novo pouco comum e desafiante.


 



 


L.R.C. (os pais não querem que ele use o nome real) é uma criança tranquila, mas pouco resignada com a exploração dos recursos naturais que ocorre hoje em dia. A sua aventura, contudo, não se prende a causas ambientais.


 


“No início foi um desafio. Eu acampei a 26 de Dezembro com uma grande tempestade de neve e foi emocionante. Foi quando eu decidi acampar durante uma semana a partir do primeiro dia do ano novo”, explica o rapaz.


 


De uma semana, passou para um mês. Como ganhou o gosto à experiência e nem a achou assim tão difícil, prolongou o desafio para um ano. Depois dos pais recuperarem do choque da revelação, encorajaram-no a partilhar a experiência num blogue. A primeira partilha no blogue – “Está frio!” – aconteceu a 23 de Janeiro de 2013. Depois de mais de 100 mensagens e 13 mil acessos de dezenas de países, L.R.C. não faz planos de arrumar a tenda.


 


Como qualquer criança de 10 anos de idade, dormir sozinho nem sempre é confortável – e aqui ele tem de enfrentar os seus próprios medos e ansiedades. O que o assusta mais são os sons nocturnos – sejam os de coiotes, aos quais já se habituou, ou de humanos.


 


Nesta aventura, existem regras auto-impostas pelo pequeno aventureiro: não se deita depois da meia-noite, não entra em casa antes das 4h45 e, depois de estar na cama, não pode voltar para dentro de casa. Se estiver calor na tenda, não pode ir a casa só para arrefecer. Da mesma forma que se estiver frio, não pode ir lá dentro para se aquecer.


 


Muitas vezes, o seu pai junta-se a ele. Aliás, é a própria mãe que o obriga quando as temperaturas descem aos -20ºC.


 



 


Este tipo de determinação – principalmente tendo em conta as baixas temperaturas sentidas no Inverno – faz questionar o que afinal mantém o rapaz tão convicto da sua missão. Segundo os especialistas, a resposta está na rede de apoio – os pais, os amigos e a rede online. Uma criança sozinha jamais conseguiria tomar uma atitude destas.


 


Esta história faz sublinhar a necessidade da interacção familiar, mostrando como os adultos podem ajudar a construir uma identidade ambiental nas crianças, incentivando-os a brincar, aprender e crescer na natureza. Ainda falta meio ano.


 


Sapo TL e Green Savers

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D