Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Hora do Planeta

25
Mar14

Poluição matou sete milhões de pessoas em 2012, diz OMS

SAPO TL

Estudo revela que a ligação entre poluição e doenças cardiovasculares e cancro do pulmão é grande.


Pelo menos sete milhões de pessoas morreram em 2012 devido à contaminação do ar, revela um estudo publicado esta segunda-feira pela Organização Mundial de Saúde (OMS).


 



EPA@ Franck Robichon


 


"Globalmente, mais de sete milhões de mortes são devidas aos efeitos da contaminação do ar exterior e doméstico, e as regiões da Ásia e do Pacífico são as mais afetadas", com 5,9 milhões de vítimas mortais, informou a OMS.


Os números estão em crescimento se comparados ao estudo anterior, feito em 2008. Os resultados são "chocantes e bem mais preocupantes", afirmou María Neira, diretora do departamento de saúde pública da OMS.


 


"A contaminação do ar é, agora, o fator ambiental mais importante sobre a saúde e todo mundo é afetado, tanto os países ricos como os mais pobres", acrescentou.


Os resultados do estudo apontam que "os riscos devido à contaminação do ar são agora mais importantes do que se pensava, em particular no que se refere às cardiopatias e aos acidentes vasculares cerebrais".


"Poucos riscos têm um impacto superior sobre a saúde mundial atualmente que a contaminação do ar (...) e é necessária uma ação conjunta para tornar o ar que respiramos mais limpo".


 


Em 2012, 3,7 milhões de pessoas morreram na sequência dos efeitos da contaminação externa e 4,3 milhões devido ao ar doméstico - fumo e emissões dos aparelhos de cozinha, aquecidos com madeira e carvão, ou sistemas de calefação.


No estudo anterior, realizado em 2008, a OMS contabilizou 3,2 milhões de mortos por causa da contaminação do ar, dos quais 1,3 milhão foram consequência da contaminação externa e 1,9 milhão da contaminação doméstica.


 


Estes novos números de 2012 "são muito preocupantes", disse Neira, estimando que uma ação contra a poluição do ar poderia "salvar milhões de vidas".


O estudo de 2012 revela ainda que há um vínculo mais forte do que se pensava entre a poluição aérea e as doenças cardiovasculares e o cancro do pulmão.


 


Sapo TL com SAPO Saúde

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D